terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Ser ou não ser? Eis a questão!




Oi meninas,
Como foi o final de semana?
O meu não foi nada correto, abusei do sorvete e do refrigerante... mas aqui no Rio está um calor de matar, sei que devo me comportar, sei também que existem substituições para estes dois vilões, mas não resisti e enfiei o pé na jaca... agora é me comportar muito bem durante a semana, para que a balança possa mostrar bons resultados na sexta-feira.
E no próximo sábado eu e o mô vamos ser padrinhos de um casamento, estava um pouco ansiosa quanto a roupa que eu irei e hoje resolvi alugar um vestido... o vestido é lindo! Rosa!!!! Porém caro, achei um absurdo pagar R$ 100,00 para usar um vestido por algumas horas, talvez mandar fazer fosse uma opção, mas como estou a menos de uma semana para o casamento não teve outro jeito. Agora estou pendente da roupa do mô que vamos ver amanhã e do presente que não sei o que vou comprar, tentei ver a lista de presente pelas internet, mas não consegui... então no máximo até a quarta feira vou a loja comprar o presente.
Agora vem a parte desabafo, gente tem algumas coisas muito confusas na minha vida... quem passa sempre por aqui sabe que um dos meus projetos de 2011 é ter um bebê, mas não quero engravidar com esse peso, queria no mínimo eliminar uns 20kg , não quero ficar grávida sem ter cara de grávida, entenderam? Quero ter barriga de grávida e curtir a gravidez legal... sem contar que por outro lado estou tão insegura, quando pensei em engravidar, queria ter metade da minha vida resolvida... ter terminado a facul ( que querendo Deus terminarei em julho) ... gostaria de ter passado na prova da OAB ( vou realiza-la em abril ) e também em um concurso público (que devo realizar entre julho e outubro)... já estar com a minha habilitação porque acho que o carro é fundamental nas saídas com o bebê... e não fiz nada disso. Acho que também ainda não aproveitei tudo que eu tinha para aproveitar no meu casamento, afinal só estamos casados a quase 3 anos. E tem também o medo, a insegurança, a responsabilidade de ter um serzinho que dependerá de você por muito tempo, as noites de sono mal dormidas.... Mas por outro lado, o desejo de ser mãe está aflorando, talvez seja a idade, com 27 anos o relógio biológico começa a te lembrar que é tempo de gerar filhos. O mô por sua vez, tem falado todos os dias neste assunto, acredito que ele será um bom pai, apesar dos contratempos que tivemos, não posso negar que ele tem muito jeito com crianças.
Eu sei que todas as metas são realizavéis dentro de um prazo aproximado de 8 meses, mas às vezes bate um desanimo... uma preguiça.. fico postergando as coisas e quando vejo o tempo passou e não consegui estudar.
Existe também o medo de parar a carreira por conta de um filho... mas por outro lado, vejo exemplo de mães que a carrera deslanchou porque sabiam que precisava dar o melhor de si, afinal tinha um filho para criar.
E vocês mamães ou futuras mamães o que acham? Acreditam que filhos atrapalha o sucesso profissional? Enfim deixe a opinião de vocês, pois será muito importante para mim.
Beijos e uma ótima semana !

Obs.: Foto do vestido de um outro casamento que eu fui madrinha

6 comentários:

Nana disse...

Oi Taty! Acredito que ser mãe é um dom. Eu tive meu primeiro filho com 19 anos, e não recomendo uma gestação tão cedo. por outro lado, não deixei de estudar, nem de trabalhar. Meu segundo tive aos 29. Eu queria ter emagrecido antes, feito habilitação... mas o Mateus não quis esperar nada disso. Só que no final das contas, deu tudo certo. Meus dois filhos estão aí, lindos e saudáveis, e eu sou a mãe mais coruja do mundo! Segue teu coração. Se tu e teu marido querem um filho , pq esperar mais? beijosss

Kamila disse...

Por experiencia propria...acho que vc deveria terminar todas as suas metas primeiras antes de ter um filho....eu tive o meu com 17 anos, nao parei de estudar, mas tive q adiar mtos os planos q so estou colcoando agora pra frente, 5 anos depois.....acho melhor pensar direitinho...filho é uma benção, mas vc aproveitaria mto mais, se soubesse q ele nao te impediria de nadaaa...

E olha a foto ta linda e tbm vou ser madrinha, so q em Maio...tive olhando uns vestidos, na faixa de 80 a 100 dinheirinhos...acho um absurdo...entao devo optar por fazer um...:D

Beijcoas lindonaaa

Cláudia - Plastica e emagrecimento disse...

Amiga.ser mais foi a melhor coisa da minha vida.É claro que tem toda uma responsabilidade.MInha filha casou agora e sempre aconselho a passar pelo menos 3 anos sem ter filhos, ate sua vida financeira esta estável e tambem eles aproveitarem o casamento.FIlho é maravilhoso, mais depois que vc tem,muita coisa muda na sua vida e na do seu marido.Seu amor e sua atençao ja não sera so pro seu marido.Ja vai ter um pessoinha dependo de vc pra tudo.Eu tive minha filha 19 anos.Sempre trabalhei, mais no começo minha mãe ajudou muito, pois nao tinha condiçoes de pagar uma pessoa para cuidar.Hoje você pode sim ter filhos e trabalhar.Tem saber consciliar as coisas,para nao faltar carinho a seu filho e marido.EU ja vim me da o privilégio de ficar 01 ano sem trabalhar no terceiro filho,POis meu marido ja tinha uma situaçao financeira estável.Mais isso so você pode decidir.Mais lembre-se que tudo vai mudar ok.Mais também não deixe para ter filhos muito tarde não.HOje me sinto privelegiada de ter 43 anos e uma filha de 23 anos.Vou ser vovó nova ainda né....kkkk..bjs

Jéssica Araújo disse...

Lindona, não tenho nem palavras pra agradecer o carinho que vc tem comigo e com a minha princesinha. Muito obrigada mesmo, viu?!
Beijiinho

Taty disse...

Oi Tati, adorei seu blog =)

Ontem iniciei o meu, onde irei relatar os acontecimentos da minha vida e principalmente minha luta para conseguir emagrecer 27Kg.

Gostaria de lhe convidar para me visitar sempre que puder, irei ficar muito feliz com sua visita e seu recadinho.
Abraços!

www.2011agoravai.blogspot.com

Emagrecendo com Penelope disse...

oi flor nao sei se ja passei por aqui, mas estou aqui visitando e dizendo que adorei o blog e se pudermos irmos juntas me da um toque, ai vc segue meu blog e eu tb te sigo.
beijokas